Apresentação

Na sequência dos trabalhos apresentados nos anteriores Colóquios Interdisciplinares sobre Provérbios (ver COLÓQUIO) e face ao entusiasmo manifestado pelos participantes para realizar a décima edição do evento, o Comité Organizador apresenta os princípios delineados para o 11º Colóquio Interdisciplinar sobre Provérbios (ICP17).

 

Porquê?

O Colóquio é uma possibilidade real para mostrar o trabalho profundo realizado por académicos e outros apaixonados pelos temas proverbiais. Por outro lado será uma oportunidade importante para folcloristas, linguistas, historiadores, paremiógrafos, tradutores, etc. mostrarem uns aos outros os trabalhos já realizados com empenho sobre provérbios, autêntica herança cultural. A ênfase colocada na paremiologia está mais claramente visível nos objectivos do Colóquio:

O1 – criar um diálogo intercultural através de grupos trabalhando em grandes redes;

O2 – discutir novas tendências na actual era da comunicação e da tecnologia;

O3 – promover, em educação, estratégias de aprendizagem ao longo da vida;

O4 – ter uma visão geral sobre as últimas inovações em paremiologia;

O5 – questionar como motivar os jovens para a preservação cultural e assuntos conexos;

O6 – reforçar a solidariedade intergeracional.

 

A quem se destina?

O Colóquio destina-se a investigadores, professores, estudantes e outros adeptos da paremiologia, independentemente da sua idade, e para todos quantos tenham ligações com questões relacionadas com os provérbios e as expressões proverbiais nas suas áreas de interesse. Este encontro visa fornecer pistas para todos os participantes ao mostrar diferentes pontos de vista sobre o material existente, prevendo-se o aparecimento de novas questões quer teóricas, quer práticas.

 

Sobre quê?

A seguinte lista de tópicos no Colóquio destina-se a encorajar os participantes a apresentar as suas contribuições (comunicações orais, cartazes) relacionadas com a paremiologia:

T01 - construção de uma Herança comum Europeia de provérbios; rede de fontes e arquivos;

T02 - educação e diálogo interdisciplinar, através do uso de provérbios;

T03 - provérbios e contextualidade/intertextualidade;

T04 - questões relacionadas com os provérbios e com a sua tradução;

T05 - abordagem cognitiva aos provérbios (estereótipos, generalizações, etc.);

T06 - origem e funções dos provérbios na vida diária;

T07 - tecnologia da informação e uso dos provérbios;

T08 - provérbios e capacidades de comunicação intercultural; novos paradigmas para a sinergia e integração através da mútua compreensão dos provérbios;

T09 - provérbios e memória colectiva como reforço da solidariedade intergeracional;

T10 - outros, especifique.

 

Programa?

O programa científico do Colóquio consiste em conferências dos especialistas convidados, apresentações orais e apresentação de cartazes. As línguas de comunicação serão o Português e o Inglês. As apresentações orais e os cartazes serão considerados igualmente importantes em função da sua qualidade. Somente a adequação ao tipo de comunicação (mais ou menos interactiva) em proporção ao conteúdo da apresentação será tida em consideração. Todos os participantes estão também convidados a assistir quer às comunicações orais, quer à apresentação de cartazes.

Os participantes encontrarão instruções para se inscrever no ICP17 no link “PARTICIPAR”. POR FAVOR PRESTEM ATENÇÃO AOS DETALHES NAS DIFERENTES PÁGINAS.

 

Material?

As pastas do Colóquio a distribuir aos participantes conterão o Livro dos Resumos com o programa e outras informações úteis. Outro material informativo de natureza publicitária será incluído nas pastas do ICP17.

OBS: as Actas do ICP16 estão em fase de edição. Para saber como obter as actas dos ICPs anteriores, contactar: aipiap.tavira@gmail.com, ruijoaomari@gmail.com, runo_mari@yahoo.com

 

Onde?

O Colóquio terá lugar em Tavira, Algarve, Portugal no Hotel Vila Galé (Sessão de abertura, Domingo, dia 05 de Novembro; actividades científicas de 2ª feira, dia 06Nov a 6ª feira, dia 10 de Novembro; visitas culturais no Sábado, dia 11 de Novembro e Domingo, dia 12 de Novembro). O País, a região, a cidade e o local oferecem excelentes condições de trabalho e facilidades recreativas para os participantes.